Domingo, 19 de Setembro de 2021 16:40
86999100869
Geral Prazo

Prefeitura de Teresina dá 48 horas para empresas de ônibus e exige ar condicionado, wifi e gratuidade para estudantes da rede municipal

Com transporte público em crise há pelo menos um ano, a prefeitura exigiu o cumprimento de sete exigências e deu 48 horas para as empresas de ônibus se manifestarem a respeito. Empresas informaram que ainda não receberam a proposta da gestão municipal.

09/09/2021 13h56 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Prefeitura de Teresina dá 48 horas para empresas de ônibus e exige ar condicionado, wifi e gratuidade para estudantes da rede municipal

A prefeitura de Teresina deu 48 horas para que as empresas de ônibus da capital se manifestem sobre a proposta feita pela gestão municipal para a solução de problemas no sistema de transporte público.

O anúncio foi feito durante entrevista coletiva à imprensa realizada nesta quinta-feira (9), no Palácio da Cidade, sede da gestão municipal.

O prazo começa a contar a partir do recebimento do documento com as propostas. O sindicato das empresas informou que ainda não recebeu o documento.

O prefeito Dr. Pessoa (MDB) informou que um dos planos é municipalizar 51% do sistema, caso as propostas não sejam atendidas ou não haja uma contraproposta satisfatória dentro do prazo.

A ideia de municipalização surgiu após conclusão do relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito realizada pela Câmara Municipal de Teresina sobre os problemas do transporte público na capital.

Ao fim das apurações, a proposta foi de encerramento do contrato de licitação. A Prefeitura sugeriu a municipalização de parte do sistema.

A prefeitura pediu o cumprimento de sete exigências (a maioria já prevista no contrato de licitação firmado em 2015 entre a Prefeitura e as empresas de ônibus):

 

  1. 1. Gratuidade para estudantes de escolas públicas da rede municipal de ensino (entre outras tarifas sociais)
  2. Ônibus com wifi e ar condicionado
  3. Efetivo funcionamento do sistema de integração
  4. Revisão no valor das tarifas
  5. Obediência à vida média dos veículos e de sua utilização (ônibus em bom estado)
  6. Controle da bilhetagem eletrônica por parte da prefeitura
  7. Retorno da circulação da frota prevista na ordem de serviço da Strans.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Jornalista Thiago Maciel
Sobre Jornalista Thiago Maciel
Thiago Maciel é Bacharel em Direito e Jornalista no estado do Piauí.
Teresina do Piauí - PI

Teresina do Piauí - Piauí

Sobre o município
Notícias de Teresina - PI
Ele1 - Criar site de notícias